Quer comprar casa? O que fazer?

Num momento tão dinâmico do mercado imobiliário, tal como o que vivemos atualmente, quando pensamos em comprar casa, há que ter em conta diversos fatores que poderão facilitar ou dificultar este processo. É difícil estar preparado para “entrar na corrida” e, tendo isso em conta, as palavras de ordem são: planeamento e preparação.

A compra de uma casa é sempre um passo de extrema relevância e responsabilidade na nossa vida, seja esta compra para que fim for (primeira habitação, casa de férias, ou outro investimento). Tendo isso em conta, recomendamos que, no início deste processo, realize um autodiagnóstico para melhor direcioná-lo pois, pretendemos que experimente uma “viagem agradável e tranquila”.

Constatamos que existem quatro questões a considerar antes de iniciar a sua pesquisa: “o quê?”; “porquê?”; “quanto?”; “como?”.

O QUÊ?

O que pretende adquirir? Um apartamento? Uma moradia? Geminada? Com quantos quartos? Com um ou mais pisos? Com piscina? Próximo de escolas ou outros serviços? Com bons acessos de carro, a pé ou transportes públicos?

Na verdade, neste ponto, deverá realizar uma lista do que será capaz de lhe proporcionar conforto, de facilitar a sua dinâmica familiar, o vosso dia a dia e que, futuramente, poderá lhe oferecer comodidade, quietude e satisfação. Esta lista poderá ser mais ou menos extensa, o mais importante é que reúna o máximo de características que lhe interessam.

PORQUÊ?

Porquê um apartamento? Ou uma moradia? Porquê apenas um quarto? Ou o porquê do terceiro quarto? Porque precisa de espaço exterior? É para animais de estimação? E o número de pisos, apenas preferência ou existe alguma questão de mobilidade? Espaço exterior para uma churrasqueira? Um espaço de convívio?


Igualmente importante ao aspeto anterior, será compreender o motivo das características mencionadas, qual a verdadeira necessidade de cada uma delas e de que forma podemos solucioná-las.

QUANTO?

Quanto é que podemos investir tendo em conta a situação financeira atual? De acordo com o orçamento familiar qual será a melhor solução em termos de valor?

Esta é outra questão, também indispensável, de forma a verificar qual o melhor investimento para cada particula-ridade, tendo em conta o orçamento familiar e as priori-dades do mesmo. Este será fundamental para que, poste-riormente, continue a pensar que a sua escolha foi a mais acertada.

COMO?

De que forma pretende saldar este investimento? Será com recurso a capitais próprios? Será com financiamento bancário? Qual a melhor solução de financiamento?

Estas últimas questões complementam-se pois, para além de saber qual o valor, há a necessidade de entendermos de que forma poderá fazer o pagamento, de que forma isso influencia ou não o seu orçamento familiar. Será ainda de extrema importância verificar quais as soluções de financiamento possíveis, as vantagens e desvantagens de cada uma delas e as outras alternativas possíveis.

Após refletir e responder a estas quatro questões já estará munido de informação suficiente para aplicar os filtros e iniciar a aventura da sua pesquisa.


Caso, mesmo assim, ainda hajam dúvidas, então a solução ideal será falar com o seu consultor imobiliário. Este deverá estar preparado para, em conjunto consigo, responder a todas estas questões, de forma a ajudá-lo encontrar o imóvel ideal e a realizar um dos seus sonhos.

Junte-se à discussão

Compare listings

Comparar